Rafael Cruz Casado

Rafael Cruz Casado

Rafael Cruz Casado

Quais As Diferenças Entre: Grafologia E Psicologia Da Escrita? |

A Psicologia da Escrita é baseada em três grandes pilares: Sistema Gráfico, as Leis mímicas ou gráficas e o Sistema Psíquico, conseguindo projetar integralmente o ser humano em sua natureza física e psicológica, consciente e inconsciente, passado e presente. É uma ferramenta valiosa que trabalha com as Leis interpretativas do inconsciente ou Leis Mímicas formando uma ponte entre o Sistema Gráfico e o Sistema Psíquico. Pode ser aplicada em diversos contextos: seleção de pessoal, autoconhecimento, orientação vocacional/profissional, gestão de pessoas, administração de conflitos e como técnica de perfis na área criminal.

A Psicologia da Escrita não trabalha com signos reagrupados por categorias abstratas (espaço, forma, dimensão, pressão, velocidade, movimento), mas por funções do Eu, por aspectos individuais da personalidade, dispostos em sequências lógicas: organização sensomotora, autoeficácia, sentido do Eu, autoestima, habilidades cognitivas, memória, predisposições comportamentais, criatividade, inteligência social e emotiva, modalidades operativas, motivações, estilo comunicativo, reativo e defensivo, tomada de decisões, etc.

Diplomado em Grafologia Diagnóstica, Patológica, Terapêutica e Pericial pela Universidade Complutense de Madrid. Licenciado em Geografia e História, com especialização em Historia Contemporânea Laureado en Psicologia da Escrita  e Pericia  Grafotécnica pelo  Instituto de Investigación Psicológica (IIP) Itália. Professor e palestrante em universidades e congressos na  Espanha, Argentina e México. Formador internacional de Psicologia da Escrita, atua também nas áreas Educacional, Recursos Humanos, Centro Nacional de Inteligência do Ministério da Presidência de Espanha.